BiblioBeiriz

Serviços de Biblioteca – Agrupamento de Escolas Campo Aberto – Escola E.B. 2/3 de Beiriz

Archive for Maio, 2017

Dois livros, dois autores, duas mensagens- CNL

Posted by Manuela DLRamos em Maio 18, 2017

Já estão disponíveis para requisição os dois livros que, este ano, foram de leitura obrigatória para os concorrentes à fase distrital do Concurso Nacional de Leitura realizada na passada semana na Biblioteca Municipal Almeida Garrett.

São eles O pintor debaixo do Guarda-Loiças de Afonso Cruz, e Bicicleta à chuva de Margarida Fonseca Santos.
A propósito desta escolha os respetivos autores enviaram umas mensagens para serem então divulgadas.

clica nas imagens das capas dos livros  acederes para às respetivas sinopses e à opinião de alguns leitores

__

Reproduzimos a seguir as mensagens e deixamos apontadores para a estante virtual do nosso “GoodRead” com os livros destes autores que podes encontrar na BE.

clica nas imagens para aumentar

«Dar e receber parecem ações opostas. No entanto, a dádiva, é, à partida, uma forma de receber. No ato de dar está incluída uma recompensa que não necessita de nenhum gesto do outro. As nossas vidas dependem daquilo que partilhamos. Um livro é um cadáver até ser lido. Mas os seres humanos não são muito diferentes. Precisamos dos outros para estarmos verdadeiramente vivos.
Quando os meus avós esconderam um pintor debaixo do laiva -loiças, estavam a fazer literalmente, algo muito simples: a salvar a vida de alguém. E, ao mesmo tempo, algo muito profundo: salvar as próprias vidas. É através do gesto que não procura uma recompensa (porque a tem em si mesmo) que vivemos verdadeiramente.
Fazêmo-lo através da amizade, do amor, da solidariedade. Não é preciso ser um grande herói épico, bastam pequenos gestos, uns detalhes aparentemente insignificantes, sem alarde, por vezes invisíveis. Não é preciso um grande campo de batalha, basta o espaço de um lava-loiças. É assim que nos vamos tornando humanos.
Muito obrigado por permitirem que o livro O Pintor Debaixo do Guarda Loiças possa ao ser lido, viver. »
Afonso Cruz

Livros de Afonso Cruz

« Queridos leitores de “Bicicleta à Chuva”
Queridos amigos da Biblioteca Almeida Garrett/ Porto
«(…) “Bicicleta à Chuva” é para mim duplamente importante. Primeiro que tudo, porque dá início a uma coleção onde concretizo um sonho: poder escrever sobre problemas concretos e difíceis, deixando pistas para esboços de soluções, mas também para reencontrar a esperança e consolidar a amizade. Acredito que, sem esperança e sem amigos, a vida é quase impossível. Contudo, e por isso aqui fica um agradecimento à casa destes livros, a Booksmile, não foi fácil encontrar um editor que acreditasse neles quanto eu.
O segundo motivo, prende-se com uma história real, que me foi contada no fim de uma sessão de autor numa escola. A história de uma menina, observadora impotente numa família destroçada por um pai violento. Esta rapariga nunca foi agredida, mas viu serem agredidos a mãe e o irmão de três anos. E a sua grande preocupação era o irmão: mordia os colegas no infantário, o que seria dele no futuro? Penso que todos sabem que a preocupação desta irmã é tão válida quanto urgente.
As pessoas violentas por perturbações mentais são poucas: Nesse dia, soube que teria de escrever a duas vozes, com dois narradores, vítima e agressor, para que os entendêssemos a partir do que pensam, sentem e temem, pois nada nestes conflitos é simples, para que entendêssemos a partir do que pensam, sentem e teme, pois nada destes conflitos é simples, para entendêssemos os dois lados da questão.
Por isso aqui vos deixo um apelo: não deixem de olhar para os assuntos sob várias perspetivas. Não se deixem enganar com uma solução óbvia e única. Vistam a pele dos vários intervenientes quando surge um problema. Quando o assunto é muito sério, os envolvidos podem não conseguir pedir ajuda, e é aí que entra a amizade, o respeito, a aceitação e, quem sabe, a solução.
Um grande abraço a todos, e um profundo agradecimento pela vossa leitura.   Margarida Fonseca Santos»

Livros de Margarida Fonseca Santos

 

Posted in Afonso Cruz, Concurso Nacional de Leitura, Margarida Fonseca Santos, Plano Nacional de Leitura | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

Concurso Nacional de Leitura- Porto

Posted by Manuela DLRamos em Maio 11, 2017

Marcamos de novo presença participando na fase distrital da 11ª edição do Concurso Nacional de Leitura, para o 3º ciclo e Secundário.

A nossa ida à Biblioteca Municipal Almeida Garrett tem o apoio da autarquia que disponibiliza o transporte, por isso todos os alunos inscritos das escolas do concelho participantes e os professores acompanhantes iniciam a jornada em conjunto. Um ritual que se vem renovando há uns anos, reforçando e criando laços.
Na Biblioteca AG, juntamo-nos, com muito orgulho, à maior comunidade de jovens leitores reunidos num evento: este ano, de acordo com a organização, foram 507 os jovens entusiastas da leitura presentes.

Depois da prova escrita, que decorreu das 10.00 às 10.45,  o programa cultural paralelo e o próprio espaço tornam agradáveis o tempo passado até ao recomeço das provas da tarde. Nestas, os concorrentes selecionados fazem leitura expressiva de trechos das obras obrigatórias, respondem a questões do júri e personificam personagens. São sempre momentos que alunos e professores seguem com muito interesse.

Este ano, um dos pontos altos do dia foi a encenação/ adaptação da cena da alcoviteira do Auto da Barca do Inferno de Gil Vicente, “Pera onde vaz Brísida Vaz?” por Margarida Fernandes e Nuno Meireles da companhia Teatro do Filósofo com o Parvo Atado ao Pé.  Do figurino ao texto (fala original do autor e conversa atual), da sonoplastia à iluminação tudo contribuiu para a excelência da atuação de Margarida Fernandes que soube transmitir plenamente o humor da peça- e desta cena em particular – conquistando a plateia.

Nota: Para saberem mais detalhes sobre a 11ª edição do CNL podem ler a notícia publicada no Portal de Notícias do Porto, aqui.

Posted in Concurso Nacional de Leitura, Plano Nacional de Leitura | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

“O nome da Europa, uma lenda grega”

Posted by bibliobeiriz em Maio 9, 2017

A propósito do Dia da Europa – que se comemora hoje-  sugerimos a leitura desta lenda reproduzida do livro digital A Europa dá as mãos da autoria de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada (já aqui divulgado anteriormente).  Carrega na imagem para acederes ao livro e continuares a ler a lenda.

   Outro livro digital sobre o mesmo assunto : Países sem fronteiras_ A União Europeia


       >>>>>>>>>>> Jogos sobre a União Europeia<<<<<<<<<<

Posted in Ana Maria Magalhães, Dia da Europa, Isabel Alçada | Com as etiquetas : , , , , | Leave a Comment »

A Odisseia de Ulisses

Posted by Manuela DLRamos em Maio 4, 2017

Agora que vamos iniciar a leitura de Ulisses (no 6º ano) vale a pena apreciar este “video mash up”  sobre a Odisseia (com música dos Beatles e clips da fantástica série da TV de 1997).

 

Apoio à leitura de Ulisses

>>> Clica na imagem para aceder à estante de livros do Goodreads da BE sobre a Grécia Antiga

Ver também

Série Grandes Livros: HOMERO

Posted in Bibliobeiriz, Homero, Maria Alberta Menéres, Série Grandes Livros | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

“Rodapé: damos a imagem, crias a mensagem”

Posted by Manuela DLRamos em Maio 2, 2017

Amanhã, dia 3, pelas 10. 10 terá lugar no auditório da escola  uma sessão para os 7.ºs anos dinamizada pelo Dr. Hélder Jesus da Biblioteca Municipal Rocha Peixoto em articulação com a BE e a disciplina de TIC.

Trata-se de uma atividade no âmbito da literacia dos media, mais especificamente da imagem, como é explicado no site da BMRP:

«As imagens que vemos, nem sempre mostram o início ou o final felizes. Há até aquelas que são captadas num evento e que são tiradas do seu contexto para servirem os meios de comunicação para fazer uma notícia sensacionalista.
A leitura no mundo e nos meios de divulgação atuais tende a ser cada vez mais rápida e mais telegráfica. A leitura na diagonal leva, muitas vezes, a alterações de conteúdo e descontextualização da informação.
Mediante uma imagem apresentada, é criada uma mensagem de rodapé supondo que será divulgada nos meios de comunicação.
Propõe-se a interação dos alunos perante algo que lhes é apresentado e que pode/ou não influenciar os comportamentos sobre o mundo/informação. “Nós damos a imagem, tu crias a mensagem”. No final comparam-se todas as propostas de mensagem de rodapé à imagem real (dentro no seu contexto). […]»  > fonte

 

Posted in Bibliobeiriz | Leave a Comment »