BiblioBeiriz

Serviços de Biblioteca – Agrupamento de Escolas Campo Aberto – Escola E.B. 2/3 de Beiriz

Archive for the ‘Gisela Silva’ Category

“Sonhos da Bela Adormecida”- exposição

Posted by Manuela DLRamos em Dezembro 18, 2015

Perto da entrada da Biblioteca, esta exposição tem feito as delícias de todos. Por cima do Gato das Botas está bem patente o seu objetivo: alimentar o gosto pelos contos infantis, tradicionais e populares.

Trata-se de uma atividade realizada em torno de um texto do 10º ano, orientada pela prof.ª Gisela Silva, contribuição valiosa para o projeto Leituras com Sabor. A exposição contou ainda com a colaboração das prof.ªs Alda Magalhães, Fátima Costa, Isabel Neto e Teresa Lares.

Para além dos alunos da EB 2/3, também foi apreciada pela maioria das turmas do 1º ciclo e do pré- escolar.

E a propósito desta bela prenda de Natal, lembram-se da do ano passado?

Posted in Alda Magalhães, Fátima Maia, Gisela Silva, Isabel Neto, Leituras com Sabor, Natal, Teresa Lares | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

Rosário Alçada Araújo – para conhecer melhor os seus livros

Posted by Manuela DLRamos em Maio 1, 2013

livrosrosarioalcadaaaraujo

Opener

Clicar para aceder a webfolio sobre a escritora e a sua obra

No próximo dia 10 de Maio, a escritora  Rosário Alçada Araújo deslocar-se-á à nossa escola no âmbito do projeto (Re) Leituras dinamizado pela professora Gisela Silva.

Os meninos e meninas do 1º ciclo têm-se deliciado a ler alguns dos seus livros.

Alguns deles (sem o saber) até já conheciam a escritora através da Biblioteca de Livros Digitais.

Para ficarem a conhecer melhor  todos os  maravilhosos livros desta escritora  e dos seus amigos ilustradores (e ler alguns em linha)  cliquem na imagem.

Aqui. também podem aceder a alguns recursos selecionados no Scoop.it da BE.

Boas Leituras!

Posted in Gisela Silva, O (Re)Leituras, Rosário Alçada Araújo | Com as etiquetas : , , , | 1 Comment »

Leituras com TICs – Bibliofilmes

Posted by Manuela DLRamos em Abril 14, 2013

Aldeia Feliz

autores: Américo, Anabela, Bárbar, Carla, Clara e Eduarda (alunos do 8º D)

O resgate de Íris

autores: Ana Filipa, Ana Isabel, Daniel, Diogo, Pedro. (alunos do 8º D)

Mistério do fundo do mar

autores: Alexandre, Bruna, Daniela, Inês, Joana M., Joana N. (alunos do 8º D)

Trabalhos realizado no âmbito do projeto “Leituras com TICs” – Atividade de promoção leitora desenvolvida pela Biblioteca Escolar.
Professores dinamizadores: Gisela Silva (equipa da biblioteca) e João Macedo (prof. de TIC)

Concorrem ao BiblioFilmes: Livros, Bibliotecas, Acção! 2012-2013  na categoria Vídeo de aula/actividade escolar para promover a leitura

Posted in BiblioFilmes Festival, Gisela Silva, João Macedo, Leituras com TICs | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

Pedro Seromenho no (Re)Leituras

Posted by bibliobeiriz em Junho 11, 2012

Na passada sexta-feira,no auditório da nossa escola e na biblioteca, houve mais uma festa da leitura e da escrita com “O (Re)Leitura – Aventuras de Leitura e Escrita”, como aqui tínhamos anunciado. O auditório encheu-se com os nossos alunos (Re)Leituras (de todos os 2º anos do agrupamento), os seus familiares e os professores titulares que tanto acarinharam este projeto.

O escritor/ ilustrador Pedro Seromenho encantou-nos a todos com o seu modo de ser tão particularmente afetuoso e com mais uma das suas ilustrações “em direto”, a partir dos desafios que o público lançou.

Em seguida, na biblioteca, foram muitas as crianças que quiseram os seus livros autografados pelo autor que a todas atendeu  surpreendendo-as com dedicatórias personalizadas.

Foi um final de tarde muito agradável para todos e, nós, equipa da biblioteca e escola, agradecemos.

Fotos: encontro do autor com os alunos e sessão de autógrafos personalizados ; exposição dos trabalhos de expressão escrita e plástica.

Posted in Gisela Silva, O (Re)Leituras, Pedro Seromenho | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

Pedro Seromenho em Beiriz

Posted by Manuela DLRamos em Junho 8, 2012

Hoje, às 18.30

Encontro com o autor e minifeira dos seus livros

Pedro Seromenho estará hoje novamente na nossa escola, desta vez no âmbito do (Re)leituras e do trabalho desenvolvido nas turmas dos 2ºs anos das EB1 de Amorim, Beiriz e Paçô,Terroso pela professora Gisela Silva em articulação com os respetivos docentes titulares.

A exposição dos trabalhos de expressão escrita e plástica resultantes da (re)leitura dos livros do autor, muitos deles realizados com a participação dos encarregados de educação, já aí está a alegrar os corredores da escola.

Hoje, finalmente, os meninos e meninas  vão conhecer ao vivo o fabuloso escritor-ilustrador.

>Ver aqui o registo da vinda de Pedro Seromenho à escola no ano passado.

>Editora Paleta de Letras

Trailer do livro Porque é que os animais não conduzem?

…….

Pedro Seromenho a falar da coleção RECICLOMANIA

Posted in EB1 de Beiriz, EB1 de Cadilhe-Amorim, EB1 de Paçô, Gisela Silva, O (Re)Leituras, Pedro Seromenho | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

Animais no Sótão

Posted by bibliobeiriz em Dezembro 19, 2011

Trailer do novo livro da professora Gisela Silva, ilustrado por Anabela Dias, editado pela Trinta Por Uma Linha.

Posted in Anabela Dias, Gisela Silva, Há na BE, livro, poesia | 1 Comment »

As Letras e Rabiscos das Meninas e dos Meninos

Posted by bibliobeiriz em Maio 31, 2011


Algumas letras e outros tantos rabiscos das meninas e dos meninos que participaram este ano nas aventuras de leitura e de escrita d’O(Re)Leituras.

Meninos imaginadores (como gosta de lhes chamar a profª Gisela) que escrevem Poemas ao Avô, Rei de Coisa Pouca, sonham a guiar Bicicletas Mágicas, fazem retratos de Meninas com Forma, Cheiro e Sabor a Romã e nos brindam com deliciosas Rimas com Sopas de Letras.

Pois um dos pontos altos da pequena Festa da Leitura que nos proporcionou na passa sexta-feira O(Re)Leituras no encontro com o escritor João Manuel Ribeiro foi justamente a exposição destes textos e ilustrações dos alunos dos 2º anos de Beiriz e de Paçô, inspirados pela leitura ao longo do ano dos livros do autor. Um ano aLeR+ para Escrever Melhor.

Ver relato da actividade e mais fotos aqui

Posted in Escritor na Escola, Gisela Silva, João Manuel Ribeiro, O (Re)Leituras | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

A acontecer: LiteraTic 2011

Posted by Manuela DLRamos em Maio 7, 2011

LiteraTic 2011 | I Congresso de Literatura Infanto-Juvenil e Novas Tecnologias
«São objectivos deste Congresso, focado em torno da interação entre o mundo digital e o das narrativas infanto-juvenil, entre outros tópicos possíveis, pensar:
o modo como a legibilidade digital condiciona e reformula a leitura tradicional;
a maneira como a mediação tecnológica supõe e exige práticas, formas e conteúdos literários novos no âmbito das narrativas infanto-juvenis;
as Novas Tecnologias ao serviço do processo de ensino/aprendizagem;
os livros digitais;
novos cenários e suportes de leitura.» in Ler ebooks

A profª Gisela Silva, da equipa da BE do nosso Agrupamento, participa neste congresso com a comunicação “A mediação leitora inter-ciclos e as TIC».  ver programa aqui

Posted in Congresso, Gisela Silva, Livro Digital, Mediação da Leitura, TIC | Leave a Comment »

O Segredo da Moura

Posted by Manuela DLRamos em Fevereiro 11, 2011

É já hoje, pelas 21.30, na  Biblioteca Municipal Rocha Peixoto   o  tão esperado lançamento do livro das nossas queridas colegas Gisela Silva (escritora)  e Teresa Lares ( ilustradora), editado pela  trinta por uma linha

A apresentação do livro será feita pelo Dr. Luís Diamantino, Vereador do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim.

Consta que a festa (no segredo das deusas, ou será das mouras? ) vai ser especcccccccctacular!

Muitos parabéns! Esperamos que este seja o primeiro de uma longa série!

Aqui fica a sinopse para aguçar o apetite: «Há castelos que guardam, desde há séculos, histórias, segredos e mistérios. O que ninguém sabe é que num deles viveu uma belíssima princesa moura, amada por todos e reconhecida como a bela Senhora do Lanhoso. Por gratidão e para salvar o pai, um velho e cansado rei mouro, a bela donzela entregou-se como prisioneira a Dom Gonçalo que a tratou como filha. Todos acreditavam que ela vivia triste e trancada, mas a Senhora tinha um segredo, que guardava de todos, bem escondido nos seus aposentos e que, ainda hoje, faz a maravilha das crianças… »

Posted in Da casa, Gisela Silva, livro, Notícia, Teresa Lares | 2 Comments »

O Canteiro dos Livros

Posted by bibliobeiriz em Novembro 6, 2010

«O Canteiro dos Livros, de José Jorge Letria chegou-nos mais uma vez à biblioteca trazido da vontade de também se fazer contos cheios de imaginação. E a pergunta inicial, à qual não faltaram mãos no ar, estimulou logo a primeira leitura.

Se a actividade se iniciou já no início de Outubro com a análise da obra O meu Livro de Rui Reisinho (que levou os meninos (Re)Leituras a imaginarem um título para depois realizarem a história), hoje ela conclui-se com o entusiasmo das duas turmas do segundo ano de Beiriz que vieram colocar as suas histórias no canteiro das hortênsias do Francisco. Aí, o espanto dele ainda foi maior quando conseguiu ler os títulos todos que lhe escaparam no sonho. Havia uns que falavam de coisas quase impossíveis. Mas, desculpem, tratando-se da imaginação trabalhada, as coisas não são assim tão impossíveis, senão vejamos: A Estrela Mágica, da Maria Francisca; A Árvore do Céu, da Sofia Barroso, A Mesa Voadora, do Sérgio Miguel; O Livro Mágico, da Raquel Pereira; O Tapete Mágico, do João; Os Brinquedos (e que brinquedos!), de Beatriz Ferreira; Os Três Porquinhos foram ao Cinema (eu até os vi. Estavam muito bem arranjadinhos!), do David Silva; O Mundo das Estrelas, do Francisco Oliveira.

Houve ainda títulos em maior conformidade com o nosso empírico-real, mas os textos não deixaram a imaginação por mãos alheias, Querem ver? O Palhaço distraído, da Margarida Peniche; Eu na Biblioteca, da Mafalda Figueiredo (com um maroto de um cão e tudo!); A Cor, da Mara André (e se o mundo fosse mesmo brilhante da cor amarela?); O Cãozinho Trapalhão, do Júlio Pedro Rocha; A ovelha marota, da Inês Freitas; O Macaco foi ao Circo, da Sara Costa (e não era um macaco qualquer, pois fazia truques de magia como ninguém!); Era uma Vez uma Quinta, do José Santos; O Rei e a Rainha, da Paula Patrícia (e imaginem só, tão constipados. Será que alguém lhes valeu?); Eu vou para a Escola, do Rodrigo Mesquita (afinal não é na escola que muita coisa acontece?); O Rui e o seu cão, Joel Neves.

No fim, feitas e ouvidas todas as leituras, fomos relembrar o PowerPoint que deu origem a tudo isto. Tirou-se uma fotografia para “mais tarde recordar”, e foi bom!

O (Re)Leituras agradece o empenho dos professores, dos encarregados de educação e familiares envolvidos, não esquecendo claro a turma do 2º ano de Paçô que também está a preparar um trabalho para apresentar!

Gisela Silva e Teresa Lares. »

Publicado também aqui

Posted in Bibliobeiriz, EB1 de Beiriz, Gisela Silva, José Jorge Letria, O (Re)Leituras, Rui Reisinho, Teresa Lares | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

“Uma visita mais do que inesperada!”

Posted by bibliobeiriz em Maio 16, 2010

A ler aqui o relato da visita que o Gato das Botas fez a casa da professora Gisela. O mais provável é que a torne a visitar (ou será que vai telefonar?) pois esqueceu-se dos seus apontamentos sobre a Semana da Leitura.

Posted in aLeR+, Gisela Silva, O (Re)Leituras, Semana da Leitura | Leave a Comment »

A ler: “Como promover o gosto pela leitura e fomentar aprendizagens”

Posted by bibliobeiriz em Março 23, 2010

O que é o/um “Programa de Leitura Fundamentado na Literatura (PLFL)”? – Por Gisela Silva, transcrito daqui

«Esta foi a questão que me foi colocada na escola e à qual respondi com prazer. Por julgá-la pertinente achei que seria importante fazer uma síntese do que se pode entender por este programa de ensino/aprendizagem da língua. Não deixarei, contudo, de salientar que a consulta da bibliografia que fundamenta a base teórica deste programa de leitura para a promoção leitora é fundamental para os mais curiosos.
Sabemos que, enquanto espaço de formação e de desenvolvimento da própria cultura epistemológica, cumpre à Escola proporcionar estratégias de leitura conducentes ao desenvolvimento da capacidade leitora/escrita dos alunos. Ora, tratando-se do PLFL, numa primeira fase, é fundamental que se estimulem a curiosidade e participação dos alunos face ao texto a ler para, depois, e a partir da sua análise, se poder, já numa segunda fase, proceder ao necessário reforço das competências da língua, o que beneficiará os demais currículos.
Defendendo uma abordagem holística da língua, numa recusa de um ensino segmentado no que se refere ao ensino da escrita, da oralidade e da leitura, o PLFL está em prática em alguns estados dos Estados Unidos da América, no Brasil e no Canadá desde 1992, e alicerça alguns dos preceitos do Plano Nacional de Leitura (Sloan, 1991; Yopp & Yopp, 2001; Fountas & Pinnell, 2001; PNL, 2006). Concretizando que a “experiência da leitura não se aprende, mas atinge-se, pelo contágio e pela prática” (Cerrillo, 2006:33), esta outra forma de fazer leitura pretende desviar-se dos tradicionais questionários (que por vezes só maçam os alunos), e apoia-se em três momentos essenciais para o reforço da percepção estética dos alunos e do desenvolvimento das suas competências linguística, discursiva, comunicativa, pragmática, literária e imagética, permitindo lhes aceder cada vez mais cedo a textos mais complexos, ao mesmo tempo que encontram significância para o que leram (Mendonza Fillola, 1999:145; 2007:69-82; Cerrillo, 2007: 175-192).


Como se faz então esta desejada interacção com a literatura, objectivando-se no aluno/adolescente uma abertura intelectual a outras possibilidades e realidades que lhe permitam uma correcta compreensão do mundo? Este programa divide a sua prática metodológica em três momentos fundamentais: as actividades a desenvolver “antes da leitura”, as actividades de “durante a leitura”, e ainda as actividades a promover “após a leitura”, todas elas elaboradas com objectivos bem definidos e diferenciados (Cullinan, 1994;2003; Azevedo, 2006a, 2006b; Azevedo & Simões, 2007; Simões, 2008; Silva, Macedo, Simões [et. al.], 2009).

As actividades que se reportam ao “antes da leitura” visam sobretudo a promoção de respostas pessoais por parte do aluno, preconizando-se a sua curiosidade e a motivação através do estímulo da afectividade e emoção com a leitura a vir. Estas actividades pretendem ainda a activação e construção de intervenções a partir de conhecimentos do mundo, bem como a compreensão dos objectivos a cumprir aquando/após a leitura.

As actividades decorrentes do “durante a leitura” inscrevem-se no momento em que o professor/mediador auxiliao leitor/aluno na compreensão do texto e nas relações que este estabelece com ele, propiciando momentos gratificantes para a sua aprendizagem.

Assim, e não menos importantes, as actividades do “após a leitura”, no intuito de facilitar a análise crítica e a interacção, pretendem suscitar reflexões e promover respostas pessoais e colectivas, debates, discussões de temáticas, valores ético-formativos e dimensões sócio-ideológicas encontrados no segundo momento da leitura, num sistemático reforço das aprendizagens da língua.

As investigadoras Hallie Kay Yopp e Ruth Helen Yopp (2001), Irene Fountas e Gay Sue Pinnell (2001) e outros desenharam um vasto conjunto de ‘ferramentas’ de auxílio que se diferenciam umas das outras consoante o momento em que são aplicadas relativamente ao texto literário. Assim, as actividades levadas a cabo “antes da leitura” devem‘encantar’ o aluno. Por isso elas são pensadas com o intuito de valorizar a sua participação, angariando as suas respostas pessoais e afectivas.

Por sua vez, as actividades pensadas para o momento “durante a leitura” devem fazer com que os alunos entendam o texto/capítulo na sua globalidade, percepcionando as relações que estabelecem com ele. Elas devem facilitar a compreensão do texto, focalizando a atenção dos alunos para o essencial, mas nunca simplificar os conteúdos do texto empobrecendo-o na sua mensagem. Estas actividades desempenham um papel algo singular, pois ao auxiliar à compreensão do texto, elas obrigam os alunos (a partir de determinados apontamentos) a questioná-lo, encorajando o surgimento de reacções, emoções, temáticas, ideias, etc.

As actividades a desenvolver após a leitura, e que têm por principal objectivo provocar a reflexão e o diálogo de forma a concretizar-se a análise e a síntese do trabalho realizado, devem estimular ainda mais a reflexão e a exposição de respostas pessoais de forma a que os alunos desenvolvam a suas competências (orais e escritas).

Por se tratar de um programa que proporciona momentos de interacção oral e momentos de escrita literária, é necessário que o professor/mediador conheça as várias ‘ferramentas’ de aplicação prática (nunca pensadas como meros exercícios) que ele comporta e que são, para ele, auxílios valiosos na captação da atenção dos alunos, e, para estes, excelentes formas de organização da informação na estruturação adequada do seu pensamento (Fountas & Pinnell, 2001:440).

Nota: embora muito extenso este post é uma brevíssima referência do que é o PLFN.
Consultar bibliografia aqui

Foto: alunos do 2º ano da EB1 de Paçô partilhando um momento de leitura na BE

Posted in Gisela Silva, O (Re)Leituras, PLFL - Programa de Leitura Fundamentado na Literatura, Promoção da Leitura | Leave a Comment »

“Adivinha quanto gosto de ti”

Posted by bibliobeiriz em Fevereiro 21, 2010

«Esquecido numa qualquer prateleira encontrámos este belíssimo conto, de Sam McBratney e ilustrado por Anita Jeram (2004). Indicamo-lo como uma leitura a fazer num acto de partilha para que o efeito seja ainda maior.

Havia algures num lugar encantado um sentimento que era do tamanho do infinito, ia, sempre somando pontos, da Terra à Lua e depois, esticando-se, voltava a descer até estar “de volta até cá abaixo”.
A história é de um leveza poética tão singela que o sorriso desenha-se no rosto do leitor que se deixa levar. Assim é: “A Pequena Lebre Castanha, que se ia deitar, agarrou-se bem agarrada às orelhas muito compridas da Grande Lebre Castanha. Quis ter a certeza de que a Grande Lebre Castanha estava a ouvir. – Adivinha quanto gosto de ti – disse ela”.

A história prossegue e um abrir, bem aberto, de braços, exemplifica o quanto é esse muito. Mas, a Grande Lebre Castanha que tinha uns braços bem maiores responde: “– Mas eu gosto de TI assim”.

9789722116244_adivinha_quanto_eu_gosto_tiComeça a multiplicar-se o afecto, ditado de ternuras várias que fazem a Pequena e a Grande Lebre representarem o que sentem uma pela outra. Então entra em cena a altura, afinal, o gostar “assim” numa lógica geométrica ditada para o alto deve ser maior, não? Mas, mais uma vez a Grande Lebre Castanha parece gostar mais do que a Pequena Lebre Castanha. Esta, contudo, não se resigna: há que provar o que é isto dos afectos, não é fácil isso não! “Então a Pequena Lebre Castanha teve uma boa ideia. Fez o pino, encostada ao tronco muito esticadinha. – Gosto de ti até à ponta dos pés! – disse ela”. Os desafios continuam numa leitura que se faz do querer dar. Entretanto, o sono chega e a Pequena Lebre Castanha, esfregando uns olhitos cansados, diz: “– Gosto de ti até à Lua”, fechando os olhos num aconchego doce, feito da certeza do que está no seu pequeno coração. “– Ora, se isso é longe – disse a Grande Lebre Castanha. – É mesmo, mesmo longe”. O beijo de boa-noite faz-se sentir na bochecha felpuda da Pequena Lebre Castanha enquanto se ouve baixinho, não vá a pequenita acordar: “– E eu gosto de ti até à Lua… E DE VOLTA ATÉ CÁ ABAIXO”.

Caros leitores, pedimos só que tentem este desafio do quem gosta mais, se possível, com a obra por perto. Garantimos que o beijo e o abraço serão sentidos. Falar de afectos nunca é de mais!

Esta leitura é dedicada à Mafalda que já se iniciou nos passeios da leitura!

Gisela Silva e Teresa Lares»  Transcrito daqui

Posted in Anita Jeram, Autor, Bibliobeiriz, Gisela Silva, Sam McBratney, Teresa Lares | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

“O leitor faz-se, não nasce”.

Posted by Manuela DLRamos em Novembro 16, 2009

Ler-para-entender-povoa-de-varzim-2009-11

Registo visual de um dos interessantíssimos momentos de reflexão proporcionados pelas  autoras do livro  Ler para Entender -Língua Portuguesa e Formação de Leitores (de Gisela Silva, Rita Simões, Teresa Macedo et al.) durante a acção de formação promovida pela  Trampolim Edições, com o apoio da autarquia, no Auditório Municipal da Póvoa de Varzim, no passado sábado, dia 14 de Novembro.

Posted in Gisela Silva, Leitura, Ler com eles compensa, livro, Mediação da Leitura, Prazer de Ler | 1 Comment »

A senhora Biblioteca

Posted by bibliobeiriz em Outubro 26, 2009

Chamo-me Biblioteca e sou…
Não interessa?! Não é importante?!
Ora vejam lá que conversa…
Eu sou a senhora Biblioteca!
Ah! Está com pressa!

Pois olhe. Eu sou uma senhora, e tenho tudo em mente.
As coisas importantes e menos importantes,
e as histórias de todas as estantes.
As que são pr’a sonhar e as de ensinar,
Tudo histórias de pasmar!

Tenho enciclopédias e dicionários,
A História Mundial e a de Portugal.
Sei de Geografia, de Matemática e de Física;
Das Ciências Naturais e das Línguas;
De Educação Visual, Musical e outras que tal!

Também sou conhecida dos cinéfilos!
Dos que ouvem música, lêem revistas e sabem conversar.
Ah…, diz-me que sou vaidosa?! Pudera!
Sabe? É que sou cortejada e por muitos desejada!
Tenho sabedoria, romance e prazer para dar…

Afinal, quer ou não conversar?
Então, pr’ós livros venha navegar!

Gisela Silva (2007)

Posted in Dia da Biblioteca Escolar, Gisela Silva, poesia | 2 Comments »