BiblioBeiriz

Serviços de Biblioteca – Agrupamento de Escolas Campo Aberto – Escola E.B. 2/3 de Beiriz

Posts Tagged ‘astronomia’

Ciência divertida: dia”espacial”

Posted by Manuela DLRamos em Janeiro 12, 2017

Anteontem foi um dia bem “espacial”!
De tarde, os alunos dos 7ºs anos foram ao Planetário e de manhã, os mais pequenitos da turma do 3º ano da EB1 da Igreja-Beiriz fizeram uma viagem divertida no tempo e no espaço, com os filmes que o prof. Manuel Vale tinha preparado para eles sobre os astronautas e as primeiras viagens espaciais.

000255_000255_img001bA Biblioteca gosta sempre de colaborar nas atividades do projeto Ciência Divertida, e na parte final da sessão no auditório, propôs uma leitura de quatro dos vinte e cinco poemas do livro de Jorge Sousa Braga, Pó de Estrelas: “Refrão”, “Rotação”, “A Música das Estrelas” e “A Terra”. (Fizemos uns “buracos negros” nos textos,  que os alunos facilmente preencheram… Foi giro adivinharem as palavras que faltavam e depois lermos todos em conjunto os poemas!)


A turma também levou um crucigrama para fazer na escola com algumas das palavras relacionadas com o tema da sessão.
Aqui fica esse crucigrama (e propomos que façam também vocês um, ou sopa de letras, ou outro tipo de “puzzle”com palavras. É muito simples. Nós usamos esta aplicação: https:/ww.discoveryeducation.com/free-puzzlemaker/).

Posted in Bibliobeiriz, Ciência Divertida, Jorge Sousa Braga | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

A professora recomenda

Posted by Manuela DLRamos em Novembro 29, 2015


A professora de FQ recomenda a leitura do seguinte livro aos alunos do 7º ano:
O meu primeiro Livro de astronomia
Autor: Jamie Jobb
Colecção: Gradiva / Júnior
ISBN: 978-972-662-307-6
Recensão do livro por Máximo Ferreira

Mais livros de Astronomia da nossa Biblioteca

Posted in Astronomia, Físico- Química | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

“O céu de Julho, o mês em que a Terra atinge o afélio”

Posted by Manuela DLRamos em Julho 2, 2014

O verão é também a altura ideal para observarmos o céu, com “olhos de ver”. Sim, porque “quem não sabe é como quem não vê”. E, para que consigas entender o céu de julho, lê com atenção o roteiro que nos traça o cientista Fernando Gutiérrez Pinheiro  num artigo publicado no Jornal Sul Informação. 

«Este mês de observações astronómicas arranca no dia 1 com Vénus a 4 graus a norte de Aldebarã, a estrela mais brilhante da constelação do Touro. Aldebarã é uma estrela gigante alaranjada que, contrariamente ao Sol, já esgotou todo o hidrogénio do seu núcleo. O seu nome provém do árabe “al-dabarān” que significa “aquela que segue”, pois, ao longo da noite, ela parece seguir o aglomerado estelar do Sete-Estrelo. Perto das 24 horas (hora continental) de dia 3, o nosso planeta atinge o seu afélio, o ponto da sua órbita mais afastado do Sol. (continuar a ler)»

Céu-a-sudoeste-pelas-3-horas-da-madrugada-da-madrugada-de-dia-291..Esquerda-céu-a-sudoeste-pelas-zero-horas-da-madrugada-de-dia1 —————– Alguns artigos sobre astronomia publicados aqui no blogue:

Posted in Astronomia, Ciência viva, Ciências Físico-Químicas | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

Eratóstenes e o raio da Terra!

Posted by Manuela DLRamos em Setembro 23, 2013

eratostenes

No Scoop.it da Biblioteca escolhemos para ti uns videos que falam de astronomia, matemática e história.

Tudo a propósito do início da chegada do OUTONO e desta notícia:   «…O equinócio de outono, ou a chegada da “nova” estação, é assinalado  pelo Observatório Astronómico de Lisboa com a atividade “Bons Raios Te Meçam“,  com a repetição de uma experiência realizada pela primeira vez há mais de  dois milénios, por Eratóstenes. 

A instituição explica que, analisando a sombra de objetos em dois lugares  diferentes ao meio dia solar, e juntando alguma matemática, Eratóstenes  foi o primeiro a apresentar um valor para o raio da terra. (…)»

Claro que ficamos com curiosidade em saber mais sobre Eratóstenes –  “astrónomo, historiador, geógrafo, folósofo, poeta, crítico de teatro, matemático e bibliotecário principal da Biblioteca de Alexandria” (Carl Sagan) e o modo como calculou a circunferância da Terra! E tu?  Vê os seguintes videos e deixa-te contagiar…

Eratóstenes e a circunferência da Terra ~Carl Sagan in Cosmos
Medida da Circunferência da Terra – Eratóstenes 240 a.C.
A experiência de Eratóstenes” em 240 aC – Canal História
Isto é Matemática – O Raio da Terra (temporada 02, ep.10)

 

Posted in Astronomia, Eratóstenes, Isto é Matemática | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

“Boas Notícias – Astrónomo desvenda origem do nome da Serra da Estrela”

Posted by Manuela DLRamos em Maio 23, 2013

Publicado no Scoop.itDE TUDO UM POUCO

“O astrónomo português Fábio Silva quis compreender o porquê do nome Serra da Estrela e revela agora que as origens desta designação remontam à pré-história. ” ( carrega na imagem ou nas ligaçoes para leres a notícia completa)

Fonte boasnoticias.sapo.pt

Posted in Bibliobeiriz | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

“Nicolau Copérnico e o Heliocentrismo”

Posted by Manuela DLRamos em Fevereiro 19, 2013

O Google doodle de hoje homenageia o cientista polaco Nicolau Copérnico (1473 -1543) o primeiro a imaginar:

«um universo diferente do que a Igreja pregava (…). Segundo a sua teoria, o Sol estava no centro do Universo e os planetas giravam ao seu redor.

Na época, Copérnico não conseguiu provar que o universo se organizava dessa maneira. Mesmo assim, foi advertido pela Igreja por estar se intrometendo em assuntos religiosos.

Quem primeiro verificou que o Universo era bem diferente daquele que a Igreja aceitava foi o cientista italiano Galileu Galilei (1564-1642). Isso fez com que cada vez mais cientistas mudassem sua maneira de pensar, chegando a provar, finalmente, que era a Terra que se movia.» fonte

Para ficar a saber mais vejam este vídeo legendado sobre Nicolau Copérnico e a sua teoria.

Posted in Nicolau Copérnico | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

«O Sete-Estrelo pelo S. Martinho vai de bordo a bordinho e à meia-noite está a pino.»

Posted by Manuela DLRamos em Novembro 10, 2012

Por hoje se celebrar o Dia Mundial da Ciência pela Paz e pelo Desenvolvimento  (ver: Unesco) e por amanhã ser o Dia de S. Martinho, escolhemos este provérbio, muito menos conhecido do que aqueles que nos falam de castanhas assadas quentinhas e apetitosas;  e isso porque, para o explicarmos temos que recorrer à nobre ciência da astronomia.

Aqui ficam algumas pistas para explorares e ficares a saber o que é o Sete-Estrelo e, quem sabe, amanhã seres capaz de provar  que o provérbio está certo.

> Começa por consultar o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa para saber o que é que vem a ser  o “Sete-Estrelo”:  «(…) Nome vulgar das Plêiades (grupo de estrelas), na constelação do Touro.» 

Para saberes o que são constelações e as Plêiades podes consultar:

  • Na Biblioteca:

  • Arqueoastronomia ( imagem da esquerda) no site do Observatório Astronómico de Valongo (Rio de Janeiro),
  • M 45” -outro nome do aglomerado das Plêiades, de acordo com o catálogo Messier– (imagem da direita), artigo muitíssimo completo em inglês da autoria do astrónomo Hartmut Frommert.

 Clica nas imagens para acederes aos artigos.

.

Alguns vídeos:

  • Neste primeiro vídeo, o astrofisico Gustavo Rojas ajuda a localizar a constelação do Touro (a partir do minuto 0.40 a 1.29), fala-nos da sua origem mitológica e das Plêiades, estrelas que nela se encontram e que integram “um conjunto de estrelas jovens formadas nos últimos 100 milhões de anos»:

  • Neste vídeo, a partir do 1.07, o  mesmo cientista  fala das Plêiades e das várias lendas a elas associadas:

————–

Gostas de ASTRONOMIA? Explora estes sites que selecionamos especialmente para ti.

Posted in Astronomia, S. Martinho | Com as etiquetas : , , , , , , | 2 Comments »

Visita de Estudo ao Planetário e ao Museu de História Natural da Universidade do Porto

Posted by Manuela DLRamos em Fevereiro 3, 2012

Publicamos com agrado o relato, por alunos do 7ºano, da visita de estudo realizada no âmbito das disciplinas de CN e CFQ. Contribuimos com a inserção de algumas hiperligações. Esperamos que gostem.

………………………….

«No dia 9 de janeiro de 2012, todas as turmas do 7º ano da escola E.B.2/3 de Beiriz tiveram a oportunidade de ir a uma visita de estudo ao Planetário do Porto e ao Museu de História Natural da Universidade do Porto, com o objetivo de melhorar a sua cultura acerca da Astronomia e das Ciências Naturais.

Saímos da escola por volta das 8h35, metade em direção ao Planetário e os restantes em direção ao museu.

No planetário,  assistimos a uma sessão onde nos relembraram a importância da astronomia e os efeitos da luz artificial. De seguida vimos a constituição do Universo. Falaram-nos das estrelas, galáxias, planetas e da Via Láctea. Deram-nos algumas informações sobre o telescópio, que foi aperfeiçoado por Galileu e a partir daí foi evoluindo.
Nós estamos habituados a consultar o relógio de pulso, mas quem nos dá a hora exata é o movimento de rotação da Terra. Esta informação é fornecida pelo observatório astronómico de Lisboa.

A nossa visita ao  Museu de História Natural da Universidade do Porto, iniciou-se na sala da Mineralogia onde se encontram minerais de todas as cores, tamanhos, países…

De seguida fomos ver os fósseis e depois visitámos a sala egípcia onde estavam expostos vários objetos e um sarcófago com uma múmia do Antigo Egito (chegamos a pensar que era falsa, mas mais ao perto ficamos surpreendidos com o que os nossos olhos viam!).

Entretanto, também visitamos a sala de Zoologia, onde vimos várias espécies de crocodilos, ursos, pássaros, veados…

Foi muito gratificante observarmos coisas com milhares e milhões de anos, artefactos egípcios, fósseis, minerais. Vimos também várias espécies de crocodilos, ursos, pássaros, veados…

Esta visita de estudo foi muito interessante, pois aprendemos coisas novas e tivemos a oportunidade de desfrutar do nosso universo e dos antepassados dos seres vivos da Terra. Só esperamos que outras mais se sigam!!!»

Para saber mais:

Posted in Astronomia, Bibliobeiriz, Físico- Química | Com as etiquetas : , , , , , | Leave a Comment »

 
%d bloggers like this: