BiblioBeiriz

Serviços de Biblioteca – Agrupamento de Escolas Campo Aberto – Escola E.B. 2/3 de Beiriz

Posts Tagged ‘atividade’

Teatro na Escola- AtrapalhArte- A Farsa de Inês Pereira

Posted by Manuela DLRamos em Janeiro 31, 2018

É já amanhã, dia 1 de fevereiro, no auditório da escola sede, pelas 10.10, que a Companhia de Teatro AtrapalhArte apresentará a sua versão de A Farsa de Inês Pereira de Gil Vicente.

«A peça foi escrita a partir de um desafio lançado pelos que duvidavam do talento de Gil Vicente. O autor concordou em escrever uma peça que comprovasse o provérbio “Mais quero um asno que me carregue do que cavalo que me derrube”, que retrata a ambição de uma jovem burguesa portuguesa do século XVI.» (continuar a ler em baixo)

Trata-se de uma Atividade do PAA para os Cursos Profissionais promovida pela Biblioteca em articulação com o Grupo de Português.

Como podemos ler no site da Companhia
«Gil Vicente viveu num país que colhia os frutos do desenvolvimento comercial, resultado da expansão marítima do início do Séc. XV. As transformações sociais decorrentes do sucesso lusitano nos mares foram registadas pelo autor, que não poupou críticas ao comportamento moral dos seus conterrâneos, crítica essa visível um pouco por toda a sua obra.

A Farsa de Inês Pereira, peça encenada pela primeira vez em 1523, apresenta um enredo capaz de envolver o espectador até hoje, passados quase quinhentos anos. Mostra um autor em pleno domínio dos recursos linguísticos, da cultura popular e dos mecanismos cómicos que caracterizavam a sua obra. 

O ponto de partida para a escrita da peça foi um desafio lançado a Gil Vicente, já que questionavam a autoria das suas obras, sugerindo tratar-se de plágio. Propuseram ao escritor que criasse um enredo a partir do mote “Mais vale asno que me leve que cavalo que me derrube”, ditado popular da época.

A Farsa de Inês Pereira é considerada a peça mais bem-acabada de Gil Vicente, testemunhando o conflito de valores que caracterizou o humanismo em Portugal, incorporando na sua estrutura a simetria existente entre os dois termos dessa comparação: Pero Marques encarna o asno que carregará Inês, enquanto o Escudeiro é o cavalo que a derruba.

Para pôr em cena esses elementos, o autor utilizou na caracterização de Pero Marques aspetos que o aproximam de um asno: é parvo, teimoso, deselegante e servil.

O Escudeiro, ao contrário, assemelha-se ao cavalo, apresentando-se como um nobre e elegante cavaleiro.

Entretanto, essa semelhança termina na aparência, pois quaisquer outras características que se poderiam atribuir aos cavalos (como lealdade, generosidade ou valentia), ele não tem: é mentiroso, cínico, preguiçoso e covarde.  

Para seguir à risca a comparação de superioridade que subjaz ao enredo (“mais quero asno que me carregue do que cavalo que me derrube”), é necessário mostrar que Pero Marques tem valores autênticos, os valores medievais, enquanto o Escudeiro Brás da Mata se move por interesses materialistas, como os que predominam na época de Gil Vicente.

Esta obra é recomendada pelo Plano Nacional de Leitura para o 10.º ano de escolaridade. » (retirado daqui)

Consulta:

Posted in Atrapalharte, Gil Vicente | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

Direitos Humanos para SER- Um retrato dos Direitos Humanos

Posted by Manuela DLRamos em Abril 30, 2017

Contamos convosco na próxima terça-feira, dia 2 de maio, a partir das 17 horas.
Integrada na Semana da Leitura, esta sessão, que contará de novo com a presença na nossa escola de Luís Durães, coordenador do Grupo Local da Amnistia Internacional de Viana de Castelo, será o culminar do trabalho desenvolvido no âmbito do projeto de sensibilização para a temática dos Direitos Humanos.

Posted in Amnistia Internacional, Bibliobeiriz, Direitos Humanos, Semana da Leitura 2017 | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

Direitos Humanos – Sessão pela Amnistia Internacional (Viana do Castelo)

Posted by Manuela DLRamos em Fevereiro 21, 2017

direitos_humanosOs livros que abordamos nas aulas, os textos que nos fazem refletir- sobre nós próprios, as nossas circunstâncias e a nossa herança como seres humanos – são muitas vezes escolhidos em função daquilo que sentimos ser as necessidades dos nossos alunos. É o que tem vindo a acontecer com algumas obras lidas nas aulas do 6º ano e é nesse contexto que se insere a sessão de hoje sobre os Direitos Humanos.

Tendo como público alvo os alunos dos 5ºs e 6ºs ano, a sessão que a secção da Amnistia Internacional de Viana do Castelo irá dinamizar hoje será  a  primeira contribuição para a sensibilização sobre os Direitos Humanos que tem vindo a ser realizada e que culminará na Semana da Leitura, cujo tema  é Ler Prazer/ Ler PraSer.

Alguns dos livros que temos lido:

  • Histórias e Canções em quatro estações- Primavera (conto “Aconteceu na primavera” de Ilse Losa )
  • O Mundo em que vivi de Ilse Losa (excertos)
  • A História do Homem Calado de Valter Hugo Mãe
  • A Admirável Aventura de Malala- Contada aos jovens de Maria Inês Almeida
  • Direitos das Crianças de Maria João  Carvalho e Carla Nazareth

A ler:

  • O Rapaz da Bicicleta Azul de Álvaro Magalhães
  • O Tesouro Manuel António Pina

——-

Posted in Amnistia Internacional, Bibliobeiriz, Direitos das Crianças, Direitos Humanos, Semana da Leitura 2017 | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

Olimpíadas da Escrita 2016- Escola da Minha Vida

Posted by Manuela DLRamos em Fevereiro 18, 2016

Flyer Linha do tempo - Single

Clique para aumentar

É já amanhã, dia 19 de fevereiro que se realiza a fase final das “Olimpíadas da Escrita“, num local nosso predilecto: Diana Bar.
Para melhor se inteirarem dos objetivos  destas Olimpíadas,  transcreve-se o seguinte- do folheto informativo enviado às escolas pela Casa da Juventude, a promotora da iniciativa:
«Inseridas no Projeto Escola da Minha Vida 2015/2016, reunirão, uma vez mais, os alunos apurados por escola, para a “Grande Final”, envolvendo todas as escolas básicas (2.º e 3.º ciclos) e secundárias do concelho da Póvoa de Varzim.
Estas Olimpíadas pretendem incentivar a arte da escrita, de uma forma mais cuidada, para além do trabalho que é realizado nas escolas, convidando anualmente um escritor para motivar e despertar o processo criativo dos jovens criadores, assim como a transmissão de novos conhecimentos e métodos de escrita. Na verdade, têm vindo ainda, a constituir-se oportunidade de interação entre os jovens e diversos autores nacionais, dando a conhecer as suas publicações e projetos.
Os trabalhos produzidos nas Olimpíadas da Escrita, são posteriormente analisados por um júri, composto por um representante de cada escola e o Vereador da Cultura do Município, sendo atribuídos prémios aos três melhores trabalhos por escalão e categoria.

A atividade contará com o seguinte alinhamento:
14H00 > acolhimento de alunos e professores
14H30 > abertura e intervenção da escritora convidada, Raquel Patriarca
14h45 > produção de textos a concurso
> entrega das produções por escola (note: que no ato da entrega dos trabalhos produzidos, os professores devem anexar por trabalho a respetiva ficha de inscrição do aluno – de que se devem acompanhar);
16H30 > encerramento da atividade» fonte 
——————–

Na nossa escola, a seleção dos alunos que participarão na Fase Final, decorreu no dia 14 de janeiro e foi especialmente concorrida- com o auditório por assim dizer cheio, tanto de manhã (alunos do 3º ciclo e secundário- ver imagem) como de tarde (alunos do 2º ciclo). E que bem se escreveu! A seu tempo publicaremos alguns textos.

olimpiadasdaescritabeiriz2016

Para quem quiser recordar alguns registos dos anos anteriores: olimpíadas da escrita- bibliobeiriz

——————
Sabemos que vai ser com muita alegria que reencontraremos alguns dos nossos antigos alunos.
Aqui ficam dois vídeos das edições de 2011 e 2012:

Posted in Escola da minha vida, Olimpíadas da Escrita | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

Olimpíadas da Escrita com António Mota

Posted by Manuela DLRamos em Março 6, 2015

olimpiadasdaescritaantóniomotaÉ hoje! Prontos para a chamada? Todos os  que foram selecionados para aprova final no Diana Bar?

E que bela surpresa nos espera, para nós que somos fãs (diríamos mesmo- sem parênteses- “fâzíssimos” se essa palavra existisse no dicionário) do escritor António Mota.

Sim. Leram bem. António Mota é o escritor convidado para conversar com os alunos participantes e os inspirar nesta atividade.

Ora leiam o que a seguir se transcreve da página da CMPV:  «A produção dos trabalhos a concurso nestas Olimpíadas decorre (…) em pleno Diana-Bar, de forma manuscrita, convidando os jovens a dar asas à sua imaginação, de caneta na mão e numa folha em branco. Cerca de 140 alunos dos 10 aos 18 anos reúnem-se no Diana-Bar, na presença de um escritor convidado – desta vez é António Mota – que lança um tema, servindo de mote para a produção de poemas e prosas.» (ler+)

———————– Atualização —————————-
António Mota lançando o tema: uma história real comovente e inspiradora (video no youtube)

—————————————————————-

Posted in António Mota, Olimpíadas da Escrita | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

Dia Europeu das Línguas

Posted by Manuela DLRamos em Setembro 26, 2014

DEL1..diaeuropeudaslinguas
A comemoração do Dia Europeu das Línguas  mobilizou todas as turmas da escola, tendo os alunos utilizado ativamente os espaços e recursos da BE para a sua preparação.  A exposição dos trabalhos realizados encontra-se patente no corredor adjacente à biblioteca escolar (e na Revista online do Agrupamento).

O alegre e colorido painel da entrada, da autoria das professoras de EV, é uma variação do logotipo da comemoração.

  • Clica na imagem da esquerda para aceder ao sítio oficial, onde podes ficar a saber mais sobre o tema, nomeadamente através de jogos divertidos.
  • Explora também os recursos sobre línguas publicados no Scoop.it da BE. Sugestões:  Espanhol > ,  >> ; Francês >, > ; Inglês > , >, >

 

Posted in A comemorar também se aprende, Departamento de Línguas, Dia Europeu das Línguas, Europa | Com as etiquetas : , , , | 1 Comment »