BiblioBeiriz

Serviços de Biblioteca – Agrupamento de Escolas Campo Aberto – Escola E.B. 2/3 de Beiriz

Posts Tagged ‘outono’

Equinócio – palavra do dia

Posted by Manuela DLRamos em Setembro 22, 2017

«Em 2017, o Equinócio de Outono ocorre no dia 22 de Setembro às 20h02 (tempo universal), 21h02 em Portugal continental […]. Este instante marca o início do Outono no Hemisfério Norte. […].

Equinócio: instante em que o Sol, no seu movimento anual aparente, passa no equador celeste. A palavra de origem latina aequinoctium agrega o nominativo aequus (igual) com o substantivo noctium, genitivo plural de nox (noite). Assim significa “noite igual” (ao dia), pois nestas datas dia e noite têm igual duração, tal é a ideia que permeia a sociedade.

Sobre a duração igual das noites no equinócio, na realidade, não é bem assim… (continuar a ler no site do Observatório Astronómico de Lisboa)

Posted in Bibliobeiriz | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

Ciência divertida: folhas de outono

Posted by Manuela DLRamos em Novembro 24, 2016

Este ano letivo, a primeira sessão do projeto Ciência Divertida, orientada pelos docentes de Ciências Naturais, Sandra Pinheiro e Fernando Castanho, teve lugar na Biblioteca, na passada sexta-feira.

Dirigida aos alunos do 4º ano da EB1 da Igreja, Beiriz, constou de uma atividade experimental (cromatografia em papel) relacionada com o outono e o facto da folhagem das árvores de folha caduca perderem gradualmente a coloração verde e ficarem amarelas, vermelhas e castanhas. No final os alunos chegaram à conclusão que a cor das folhas resulta de uma mistura de diferentes pigmentos.
cienciadivertida1_2016_17

Na BE,  a Ciência anda de mãos dadas com a Literatura, por isso apraz-nos esta parceria estabelecida com o Departamento de Ciências Exatas no âmbito deste projeto de divulgação da ciência.

Enquanto esperávamos, numa das fases da experiência, adivinhámos algumas palavras que faltavam em dois poemas sobre … folhas de árvores e outono, e depois lêmo-los sem palavras faltosas. Foram eles:

Folhas de Maria Cândida Mendonça (do livro Verso Aqui, verso acolá)
Hoje sou um rei
e sabem porquê?
Vinha da escola
e encontrei
um tapete gigante
para eu caminhar
um tapete de folhas
para eu pisar
e que estava ali
para me aclamar.
()

Folhagens de Jorge Sousa Braga (do livro Herbário)
Há árvores de folhas persistentes
e outras cujas folhas são caducas.
Mas o que me faz confusão
e que andem nuas no inverno
e vistam um sobretudo de folhas
no verão.

Tínhamos pensado ler ainda a história “A folha e o pirilampo” de Maria Alberta Menéres, do livro Histórias de tempo vai tempo vem (um dos nossos livros preferidos) mas a turma sabia-a por assim dizer de cor! Por isso relemos um livrinho que tínhamos mesmo à mão, uma das nossas histórias favoritas da estação, A Magia da Estrela do Outono.

——————-
versoaquiversoacola 9789723705492herbario 9789724122335meneres a-magia-da-estrela-do-ouotno

——
Achamos oportuno lembrar que hoje se comemora o Dia Nacional da Cultura Científica e que esta data (24 de novembro) foi escolhida por ser o dia do nascimento de Rómulo de Carvalho, professor de Física e Química responsável pela promoção do ensino da ciência e da cultura científica, e que, para além de cientista foi poeta, sob o pseudónimo de António Gedeão.

Posted in António Gedeão, Ciência Divertida, Jorge Sousa Braga, Maria Alberta Menéres, Maria Cândida Mendonça, Rómulo de Carvalho | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

Outono

Posted by bibliobeiriz em Setembro 25, 2011

Tarde pintada
Por não sei que pintor.
Nunca vi tanta cor
Tão colorida!
Se é de morte ou de vida,
Não é comigo.
Eu, simplesmente,digo
Que há fantasia
Neste dia,
Que o mundo me parece
Vestido por ciganas adivinhas,
E que gosto de o ver, e me apetece
Ter folhas, como as vinhas.

Miguel Torga, Diário X (1966)

Posted in Miguel Torga, poesia | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

“Balada do Outono”

Posted by bibliobeiriz em Abril 24, 2010

25 poemas e canções para o 25 de Abril

Zeca Afonso no seu último concerto em 29 de Janeiro de 1983, no Coliseu

Águas passadas do rio,
Meu sono vazio
Não vão acordar;
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto a cantar.

Rios que vão dar ao mar
Deixem meus olhos secar
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto a cantar.

Águas do rio correndo
Poentes morrendo
Pràs bandas do mar;
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto a cantar.

Rios que vão dar ao mar
Deixem meus olhos secar
Águas das fontes calai
Ó ribeiras chorai
Que eu não volto a cantar.

Zeca Afonso, 1960. Ver informação complementar in Discografia e  aqui .
—————————–
Actividade: “Os Oitenta Anos de Zeca Afonso ou a Liberdade não tem Idade”
Balada de Zeca Afonso tocada e cantada pelos 9ºs D/ F

Posted in 25 de Abril, 25 poemas e canções para o 25 de Abril, 80 anos Zeca Afonso, Música na Escola, Zeca Afonso | Com as etiquetas : , , , | 1 Comment »

“Folhas”

Posted by bibliobeiriz em Setembro 28, 2007

painel outonoHoje sou um rei
e sabem porquê?
Vinha da escola
e encontrei
um tapete gigante
para eu caminhar
um tapete de folhas
para eu pisar
e que estava ali
para me aclamar

.
Amanhã o vento
levará as folhas
para novas paragens
e eu deixarei de ser rei
com cortesãos e pajens.
Foi um curto reinado.
Amanhã serei um rei destronado
Que é a única maneira
de um rei não fazer asneiras…

Maria Cândida Mendonça in Verso aqui, verso acolá (antologia para jovens/ selecção Natércia Rocha, il. Manuela Costa. Lisboa : Plátano, 1990 ) 

………………………….
O Outono chegou também à nossa biblioteca ;- )
Painel feito com a colaboração da Cristina, da Paula e da Patrícia (nºs 7, 12 e 13 do 8º B)

Painel Outono  Biblioteca Setembro 07

Posted in Maria Cândida Mendonça | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »