BiblioBeiriz

Serviços de Biblioteca – Agrupamento de Escolas Campo Aberto – Escola E.B. 2/3 de Beiriz

Posts Tagged ‘videoclip’

“O Capuchinho Vermelho” dos Irmãos Grimm versão “Doodle-Google”

Posted by Manuela DLRamos em Dezembro 20, 2012

O Google celebra o bicentenário da publicação do primeiro volume dos Contos dos Irmãos Grimm com um doodle  dedicado ao Capuchinho Vermelho (via Biblio Teia).


E agora dedicada às avózinhas ;-) uma cançãozinha que se cantava por cá, de uma versão brasileira da história, dos anos 60, o CHAPÉUZINHO VERMELHO – Coleção Disquinho   (e que se continua ainda a cantar em variadas versões : ver por exemplo a das Músicas da Carochinha):

Capuchinho:
Pela estrada fora eu vou bem sozinha

Levar estes bolos pra minha avozinha
Ela mora longe o caminho é deserto
E o lobo mau passeia aqui bem pert0

Só à noitinha ao sol poente
Junto à avozinha dormirei contente. 

Lobo:
Sou o lobo mau, lobo mau, lobo mau

Pego nas criancinhas pra
Fazer o meu mingau
Hoje estou contente
Vai haver festança
Tenho um bom petisco pra encher a pança. (Lobo mau)
(…)
—————————————————————————————-

A propósito desta comemoração:

  • A exposição «Os Irmãos Grimm -Vida e Obra» está  agora  no Norte e encontra-se patente na Biblioteca Municipal do Porto até ao dia 15 de Janeiro  (de segunda a sábado entre as 10:00h-18:00 h.);
  • No próximo dia 22, no âmbito da referida exposição, será apresentado o livro Capuchinho Vermelho: Histórias Secretas e Outras Menos, uma colectânea de textos de António Manuel Pacheco | António Mota | Augusto Baptista | Carla Maia de Almeida | Eugénio Roda | Francisco Duarte Mangas | Isabel Minhós Martins | João Manuel Ribeiro | João Pedro Mésseder | Teresa Martinho Marques |Vergílio Alberto Vieira; Coordenação: Sara Reis da Silva e José António Gomes ( Bag of Books edições)
Anúncios

Posted in Comemoração, Google-doodle, Irmãos Grimm, livro | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

Carta ao Pai Natal

Posted by Manuela DLRamos em Dezembro 16, 2012

Oratio Classroom & the World of Music

Ver a apresentação do projeto.

oratiosite«O projeto português «Oratio Classroom & the World of Music» foi o primeiro classificado, na categoria de Escolha dos Professores («Educators’ Choice»), do Microsoft Partners in Learning Global Forum 2012, evento que decorreu em Praga de 28 de novembro a 2 de dezembro. João Carlos Ramalheiro,professor de Música do Agrupamento de Escolas da Lousã, foi distinguido pelos seus pares como tendo dinamizado o melhor projeto a concurso, sendo que a categoria em que conquistou o primeiro lugar resulta da votação de todos os professores presentes no concurso.» Fonte

Posted in Canções e poemas de Natal, Natal | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

Carta ao Pai Natal- Boss AC

Posted by Manuela DLRamos em Dezembro 15, 2009


in “Ritmo, Amor e Palavras – R.A.P” – 2005

Olá Pai Natal
É a primeira vez que escrevo para ti
Venho de Lisboa e o pessoal chama-me AC
Desculpa o atrevimento mas tenho alguns pedidos
Espero que não fiquem nalguma prateleira esquecidos
Como nunca te pedi nada
Peço tudo duma vez e fica a conversa despachada
Talvez aches os pedidos meio extravagantes
Queria que pusesses juízo na cabeça destes governantes
Tira-lhes as armas e a vontade da guerra
É que se não acabamos a pedir-te uma nova Terra
Ao sem-abrigo indigente, dá-lhe uma vida decente
E arranja-lhe trabalho em vez de mais uma sopa quente
E ao pobre coitado, e ao desempregado
Arranja-lhe um emprego em que ele não se sinta explorado
E ao soldado, manda-o de volta para junto da mulher
Acredita que é isso que ele quer
Vai ver África de perto, não vejas pelos jornais
Dá de comer às crianças ergue escolas e hospitais
Cura as doenças e distribui vacinas
Dá carrinhos aos meninos e bonecas às meninas
E dá-lhes paz e alegria
Ao idoso sozinho em casa, arranja-lhe boa companhia
Já sei que só ofereces aos meninos bem comportados
Mas alguns portam-se mal e dás condomínios fechados
Jactos privados, carros topo de gama importados
Grandes ordenados, apagas pecados a culpados
Desculpa o pouco entusiasmo, não me leves a mal
Não percebo como é que isto se tornou um feriado comercial
Parece que é desculpa para um ano de costas voltadas
E a única coisa que interessa é se as prendas tão compradas
E quando passa o Natal, dás à sola?
Há quem diga que tu não existes, quem te inventou foi a Coca-Cola
Não te preocupes, que eu não digo a ninguém
Se és Pai Natal é porque és pai de alguém
Para mim Natal é a qualquer hora, basta querer
Gosto de dar e não preciso de pretextos para oferecer
E já agora para acabar, sem querer abusar
Dá-nos Paz e Amor e nem é preciso embrulhar
Muita Felicidade, saúde acima de tudo
Se puderes dá-nos boas notas com pouco estudo
Desculpa o incómodo e continua com as tuas prendas
Feliz Natal para ti e já agora baixa as rendas
(letra daqui)

Posted in Boss AC, Canções e poemas de Natal, Natal | Com as etiquetas : , , , , , | Leave a Comment »