BiblioBeiriz

Serviços de Biblioteca – Agrupamento de Escolas Campo Aberto – Escola E.B. 2/3 de Beiriz

Posts Tagged ‘comemoração’

“Rostos da Escrita” – Dia do Autor Português

Posted by Manuela DLRamos em Maio 22, 2018

Criado em 1982, este dia assinala igualmente o aniversário da Sociedade Portuguesa de Autores, que instituiu a iniciatva como forma de homenagear todos os criadores portugueses nas várias áreas artísticas e culturais.
Estas ilustrações sobre retrataos de alguns escritores portugueses foram realizadas pelos alunos dos 6.ºs C e E na disciplina de Educação Visual sob a orientação da prof.ª Teresa Lares.

Posted in A comemorar também se aprende, EV/ EVT, Semana da Educação Artística, Teresa Lares | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

25 de ABRIL- Dia da Liberdade

Posted by Manuela DLRamos em Abril 22, 2018

No dia 25 de abril comemora-se o Dia da Liberdade.

Aqui fica um pequeno vídeo que explica “num minuto” a importância desta data.

E porque a brincar também se aprende, testa os teus conhecimentos sobre o 25 de abril com os jogos e passatempos que selecionamos para ti.
Clica nas imagens:

Palavras Cruzadas on line

Mais recursos sobre o 25 de Abril aqui  e  em Livros e LeiturasApoio ao estudo  . Artes e artistas.

Posted in 25 de Abril, A comemorar também se aprende | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor 2018

Posted by Manuela DLRamos em Abril 21, 2018

«Mensagem de Audrey Azoulay, Directora Geral da UNESCO, por ocasião do Dia Mundial do Livro e Direitos de Autor 2018:
Em 23 de abril de 1616, dois gigantes da literatura mundial morreram, dois precursores cujo trabalho iria revolucionar a forma como a ficção foi concebida e escrita: Cervantes e Shakespeare. Esta coincidência é a razão pela qual 23 de abril foi escolhido para ser o dia mundial do livro e dos direitos de autor.

Quando celebramos os livros, celebramos actividades – escrita, leitura, tradução, edição – que ajudam os indivíduos a crescer e a realizarem-se; e celebramos, de uma forma fundamental, as liberdades que os tornam possíveis. Os livros estão na intersecção de algumas das mais essenciais liberdades humanas, principalmente liberdade de expressão e liberdade de publicação. Estas são liberdades frágeis. Face a muitos desafios, desde o questionamento dos direitos de autor e da diversidade cultural às ameaças físicas sobre os autores, jornalistas e editores em muitos países, estas liberdades também são negadas, ainda hoje, quando as escolas são atacadas, e manuscritos e livros destruídos

É nosso dever, em todo o mundo, proteger estas liberdades e promover a leitura e a escrita para combater o analfabetismo e a pobreza e reforçar os alicerces da paz, bem como proteger as profissões e profissionais relacionados com a publicação.

A UNESCO, em parceria com a Associação Internacional de editores (IPA) e a Federação Internacional de associações e instituições de bibliotecas (ifla), apoia, por exemplo, a ação dos editores, que merece o reconhecimento e proteção, uma vez que o movimento de obras escritas é um contributo essencial para a liberdade de expressão, debate público e diálogo. Foi com isto em mente que a IPA estabeleceu o seu prémio Voltaire, que todos os anos honra a coragem dos editores que se recusam a ficar calados e que permitem aos autores exercer a sua liberdade de expressão.

Atenas foi designada capital mundial do livro 2018, em reconhecimento da qualidade dos seus programas de apoio ao sector editorial, que facilitou o acesso a livros para a população no seu conjunto, bem como para os migrantes e os refugiados em particular.
Com Atenas e toda a comunidade internacional, vamos unir-nos para celebrar livros, que incorporam a criatividade, permitem que as ideias e os conhecimentos sejam partilhados através das fronteiras, e reforcem a compreensão e o diálogo mútuos.»
Conheça e explore os recursos disponibilizados pela UNESCO para a celebração do Dia Mundial do Livro e Direitos de Autor!
#WBD2018 #UNESCO
Original aqui

Posted in A comemorar também se aprende, Bibliobeiriz, Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

Dia Internacional do Livro Infantil

Posted by Manuela DLRamos em Abril 2, 2018

DILI_2018

Cartaz de Fátima Afonso

A data de nascimento de Hans Christian Andersen– que hoje é especialmente lembrado em todo o mundo- foi escolhida para se comemorar o Dia Internacional do Livro Infantil.  Assim acontece desde 1967, celebrando e lembrando a importância da literatura para a infância.

No nosso blogue assinalamos essa data desde 2005, um ano de comemorações inesquecíveis pois foi o bicentenário do nascimento de Hans Christian Andersen (1805- 1875).

Todos os anos é escolhido um país que esteja filiado no “International Board on Books for Young People” (IBBY)- promotor da iniciativa- para compor uma mensagem (texto e ilustração).

Este ano coube a vez à Letónia e Inese Zandere, autora de mais trinta livros para crianças e jovens (fonte), consegue exprimir magistralmente no seu texto (dirigido aos adultos e que a seguir transcrevemos) a função “estruturante” dos textos literários e dos livros em que tomam forma.

«O pequeno torna-se grande num livro

As pessoas inclinam-se para o ritmo e para o equilíbrio, tal como a energia magnética organiza as aparas de metal numa experiência da física, tal como um floco de neve forma cristais a partir da água.

Num conto de fadas ou num poema, as crianças gostam de repetição, de refrãos e de temas universais, porque eles podem ser reconhecidos uma e outra vez – trazem ao texto regularidade. O mundo ganha uma ordem bonita. Ainda me lembro como, em criança, lutava comigo mesma para defender a justiça e a simetria, pela igualdade de direitos da esquerda e da direita: se tamborilava com os dedos em cima da mesa, contava quantas vezes tinha de bater com cada dedo, para que os outros não se sentissem ofendidos. E quando aplaudia, batia com a mão direita na esquerda, mas depois pensava que não era justo e aprendi a fazê-lo de maneira contrária – batendo com a esquerda na direita. Este desejo instintivo de equilíbrio parece engraçado, é certo, mas mostra a necessidade de evitar que o mundo se torne assimétrico. E eu tinha a sensação de ser a única responsável por todo o seu equilíbrio.

A inclinação das crianças por poemas e por histórias surge igualmente da sua necessidade de levar harmonia ao caos do mundo. Da indeterminação, tudo tende para a ordem. As canções infantis, as canções populares, os jogos, os contos de fadas, a poesia – são formas de existência ritmicamente organizadas que ajudam os mais pequenos a estruturar a sua presença no grande caos. Criam a consciência instintiva de que a ordem do mundo é possível, e que as pessoas têm nele um lugar único.

Tudo conduz para este objetivo: a organização rítmica do texto, as linhas com letras e o design da página, a impressão do livro como um todo bem estruturado. O grande revela-se no pequeno, e damos-lhe forma nos livros infantis, mesmo quando não estamos a pensar em Deus ou na dimensão fractal. Um livro infantil é uma força milagrosa que favorece o enorme desejo das crianças e a sua capacidade de ser. Promove a sua coragem de viver.

Num livro, o pequeno é sempre grande, de forma instantânea e não apenas quando se chega à idade adulta. Um livro é um mistério onde se pode encontrar algo que não se procurava ou que não estava ao nosso alcance. Aquilo que os leitores de uma certa idade não conseguem compreender, permanece na sua consciência como uma impressão, e continua a atuar mesmo quando não o compreendem totalmente. Um livro ilustrado pode funcionar como uma arca do tesouro de sabedoria e cultura mesmo para os adultos, da mesma forma que as crianças podem ler um livro para adultos e encontrar nele a sua própria história, um indício para as suas jovens vidas. O contexto cultural molda as pessoas, estabelecendo as bases para as impressões que se farão sentir no futuro, assim como para experiências mais difíceis, às quais terão de sobreviver sem por isso terem de deixar de ser íntegras.

Um livro infantil representa o respeito pela grandeza do pequeno. Representa um mundo que se cria de novo uma e outra vez, uma seriedade lúdica e preciosa, sem a qual tudo, incluindo a literatura para crianças, seria apenas um trabalho pesado e vazio.»

Tradução: Maria Carlos Loureiro, feita a partir da versão francesa e espanhola.

A ilustradora do cartaz português para assinalar o dia de hoje é Fátima Afonso vencedora do Prémio Nacional de Ilustração de 2017 (fonte DGLB )

Posted in A comemorar também se aprende, Dia Internacional do Livro Infantil, Fátima Afonso, Hans Christian Andersen, Inese Zandere | Com as etiquetas : , , | 1 Comment »

Feliz Dia do Pi

Posted by Manuela DLRamos em Março 14, 2018

A biblioteca associa-se à comemoração do Dia Internacional do Pi, celebrado hoje, 14.03… ou melhor, 03.14 como se usa nos Estados Unidos*.

Aliás, seria difícil não nos lembrarmos deste curioso número matemático, pois mesmo à entrada da nossa porta está uma interessante exposição de trabalhos dos alunos sobre o PI (da responsabilidade do Grupo de Matemática)

Carregar na imagem para ver algumas ilustrações com mais detalhe

PI é um número e designa a razão entre o comprimento de uma circunferência e o seu diâmetro. Um valor que é sempre igual, independentemente do tamanho da circunferência. fonte 

É um número cuja representação decimal tem infinitas casas (3,141592653589…) e usa-se uma letra do alfabeto grego, π (pi) para o representar **.

Para ficares a saber mais sobre este número fantástico vê os seguintes vídeos.

—————————-

——

*Onde pela primeira vez há 30 anos se comemorou o Dia de Pi, no Exploratorium de São Francisco.

** «A letra grega π (lê-se: pi), foi adotada para o número a partir da palavra grega para perímetro, “περίμετρος” » fonte

Posted in A comemorar também se aprende, Dia Internacional do Pi | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

Um livro a propósito do dia que se comemora hoje

Posted by Manuela DLRamos em Janeiro 27, 2018

Dia Internacional de Memória das Vitimas do Holocausto

A data de 27 de janeiro foi escolhida pelo seu carácter simbólico pois foi neste dia, em 1945, que se deu libertação do Campo de Auschwitz-Birkenau pelas forças soviéticas.

Anne Frank e a sua família eram de origem alemã e tinham ido viver para a Holanda. Devido à perseguição dos judeus também nesse país, eles encontravam-se escondidos desde o verão de 1942, tendo sido descobertos, presos e levados para Auschwitz, no outono de 1944 e, mais tarde, para o campo de concentração de Bergen-Belsen.

Como centenas de milhar de judeus perseguidos pelos nazis, ela e a irmã não sobreviveram e não tiveram a felicidade de assistir ao dia da libertação desse campo, em abril de 1945, pelas tropas britânicas e ao fim da IIª Guerra Mundial.

Este livro em banda desenhada é baseado no seu célebre diário (podes ler ambos na biblioteca) publicado pela primeira vez na Holanda em 1947 e, em Portugal, em 1955, numa tradução de Ilse Losa .

….

….

Para saber mais:

Posted in A comemorar também se aprende, Anne Frank, Efeméride, Ilse Losa | Com as etiquetas : , , , | Leave a Comment »

Dia Universal dos Direitos da Criança- 20 de novembro

Posted by Manuela DLRamos em Novembro 17, 2017

Atualização: Imagem de um dos painéis realizados pelos alunos


«A 20 de novembro comemora-se um duplo aniversário que pretende alertar e sensibilizar para os direitos das crianças de todo o mundo: proclamação da Declaração dos Direitos da Criança (1959) e adoção da Convenção sobre os Direitos da Criança * (1989), pela Assembleia Geral das Nações Unidas.

A Convenção assenta em quatro pilares fundamentais relacionados com todos os direitos das crianças (civis, políticos, económicos, sociais e culturais): a não discriminação, o interesse superior da criança, a sobrevivência e desenvolvimento e a opinião da criança.

Para que 20 de novembro seja um dia divertido com uma mensagem séria, das crianças, pelas crianças, a UNICEF apela ao desenvolvimento de iniciativas que deem voz às crianças, em que estas reflitam sobre os seus direitos e expressem o seu apoio aos milhões de crianças que estão fora da escola, desprotegidas e desenraizadas Fonte DGE

  • Convenção ratificada por Portugal em 1990.


«A Convenção sobre os Direitos da Criança contém 54 artigos, que podem ser divididos em quatro categorias de direitos:

• os direitos à sobrevivência (ex. o direito a cuidados adequados)
• os direitos relativos ao desenvolvimento (ex. o direito à educação)
• os direitos relativos à protecção (ex. o direito de ser protegida contra a exploração)
• os direitos de participação (ex. o direito de exprimir a sua própria opinião) » (fonte UNICEFE  ).

Fica a saber mais sobre a Convenção “folheando” a seguinte versão abreviada.

Carrega na imagem para fazeres as palavras cruzadas sobre os Direitos das Crianças.


Para saber +  > Direitos das crianças no Scoop.it da BE aquiaqui .

(Para educadores: Os direitos da criança em perspetiva)

Posted in A comemorar também se aprende, Direitos das Crianças, UNICEF | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

Happy Halloween!

Posted by Manuela DLRamos em Outubro 31, 2017




Carrega na imagem para fazeres estas palavras cuzadas on-line, da autoria de Paulo Freixinho

O poder e a importância da amizade neste vídeo do Google a propósito da data:


E como a “A brincar também se aprende” , aqui fica esta ligação para a página do  “LearnEnglish Kids” ( British Council) com  jogos, piadas, pequenas histórias, canções e outros divertimentos sobre o Halloween.

Posted in A comemorar também se aprende, Halloween, Scoop.it, YouTube | Com as etiquetas : , , , , | Leave a Comment »

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares

Posted by Manuela DLRamos em Outubro 9, 2017

Tema de 2017: Ligando comunidades e culturas

*Baseado no tema anual para a Conferência da International Association of School Librarianship (IASL): Aprender sem fronteiras.

—————-
Com este tema pretende-se chamar a atenção para «o papel cada vez mais determinante das bibliotecas escolares na criação e dinamização de comunidades de leitores, de práticas e de aprendizagem, criando pontes e valorizando a diversidade cultural neste mundo globalizado.» (fonte RBE).

  • A origem: Criado em outubro de 1999, pela iniciativa da IASL (International Association of School Librarianship) a comemoração do Dia Internacional da Biblioteca Escolar  passou a Mês Internacional das Bibliotecas Escolares, em 2008, dando liberdade a que cada país escolhesse o  seu dia. Este ano, a Rede de Bibliotecas Escolares  estabeleceu  23 de outubro como Dia da Biblioteca Escolar em Portugal.
  • O objetivo desta comemoração: «O objetivo é que em OUTUBRO, os responsáveis pelas bibliotecas escolares em todo o mundo escolham um dia (ou mais do que um dia…), uma semana ou todo o mês para celebrar a importância das bibliotecas no desenvolvimento das novas competências da literacia e a consciência da sua importância na afirmação de uma cultura pedagógica que atenda às necessidades dos alunos no século XXI, para além da literacia da informação, promoção da leitura, literacia digital, formação de leitores críticos, construção da cidadania, reforço da inclusão social, cultural, desenvolvimento de boas práticas, sustentabilidade e modelos de colaboração assentes na interdisciplinaridade entre bibliotecários e professores.» (RBE)

 

Posted in Bibliobeiriz, Dia da Biblioteca Escolar, DIBE, Mês Internacional da Biblioteca Escolar, RBE | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

Dia Mundial da Música

Posted by Manuela DLRamos em Outubro 2, 2017

O Dia Mundial da Música foi celebrado na nossa escola (antecipadamente) com o já tradicional concerto pelas Orquestras de Sopro e Cordas da Escola de Música da Póvoa.


Na Biblioteca,  foi montada uma exposição bibliográfica com a maioria dos nossos livros sobre MÚSICA. Espreita também a estante virtual do GoodRead da BE.

Algumas alunas ocuparam o seu tempo livre elaborarando crucigramas sobre o tema com a ajuda do puzzlemaker.

———- > A propósito desta comemoração deixamos aqui esta ligação  Cantar Mais – Mundos com voz   o  interessante projeto da Associação Portuguesa de Educação Musical, onde podem encontrar:

«Um conjunto de canções, organizadas em categorias: tradicionais portuguesas, de música antiga, da lusofonia, de autor, do mundo, fado, cante e teatro musical/ciclo de canções.

  • Arranjos e orquestrações originais para cada uma das canções.
  • Versões áudio das canções podendo selecionar a versão “Voz e acompanhamento”, a versão “Acompanhamento”, a versão “Melodia e acompanhamento” e, para algumas canções, uma versão “A cappella”.
  • Partituras de todas as canções.
  • Vídeo das partituras de todas as canções. […]»

Cantar Mais – Mundos com voz – projeto da Associação Portuguesa de Educação Musical (APEM)

E não se esqueçam:

Posted in A comemorar também se aprende, Dia Mundial da Música, Música na Escola | Com as etiquetas : , , , , | Leave a Comment »

Dia Europeu das Línguas

Posted by Manuela DLRamos em Setembro 26, 2017

A comemorar também se aprende…. 

Clica nas imagens – em cima, para acederes a uma página com sugestão de jogos sobre este dia,

em baixo, para fazer um teste no Centro Virtual do Instituto Camões sobre as línguas faladas na Europa.

—-
Mais recursos no Scoop.it da BE

Posted in A comemorar também se aprende, Dia Europeu das Línguas, Europa | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

Histórias pela Paz

Posted by Manuela DLRamos em Setembro 20, 2017

Entre os vários livros expostos na BE– a propósito da comemoração do Dia Internacional da Paz através das histórias –  em que os temas da Paz e Tolerância são abordados, os seguintes têm tido a preferência dos professores que aderiram à iniciativa (carregar nas imagens para saber mais):

Ver também na prateleira virtual do goodreads da BE

Posted in A comemorar também se aprende, Dia Internacional da Paz, Dia Internacional/Mundial, Ilse Losa, Margherita Passet, Maria Teresa Maia Gonzalez | Com as etiquetas : , , , , | Leave a Comment »

Os Dias da Paz

Posted by Manuela DLRamos em Setembro 20, 2017

As comemorações são um modo de refletirmos e unirmos o nosso pensamento e refocarmos a nossa ação em defesa de ideais e valores.

As diversas datas instituídas em prol dos ideais da Paz têm todas uma origem e uma história únicas. banner_peace2017_dpl_enTal como os diferentes símbolos da Paz – do raminho de oliveira à pomba, da bandeira branca à bandeira com as cores do arco- íris, entre outros. Todos transportam História e histórias que devemos conhecer se quisermos saber quem somos e como nos tornamos assim.

Em seguida apresentam-se as datas comemorativas internacionais/ mundiais da Paz.  As duas últimas costumam assumir anualmente um tema.

  • Dia Internacional da Não Violência e da Paz nas Escolas assinala-se a 30 de janeiro, data do falecimento do grande pacifista indiano Mahatma Gandhi. Foi instituído em 1964 pelo poeta, pedagogo e pacifista espanhol Llorenç Vida. Celebrada inicialmente em Espanha, foi difundida internacionalmente e tem como objetivo alertar alunos, pais, professores e toda a sociedade para valores como o respeito, a cooperação, a solidariedade, a não violência e a paz.
  • Dia Mundial da Paz, ao início chamado simplesmente  Dia da Paz, é comemorado em 1 de janeiro. É uma celebração vinculada à religião católica tendo sido criada pelo papa Paulo VI em 1967.
  • Dia Internacional da Paz é celebrado em 21 de Setembro e foi declarado pela ONU em 1981. A data foi escolhida de modo a coincidir com a sessão de abertura da Assembleia Geral

Este ano o seu tema é
“Juntos pela Paz: Respeito, Segurança e Dignidade para Todos”.
A biblioteca associou-se ao Movimento Histórias pela Paz Mundial.

Fontes: apav , bbc , brasilescola , calendarr.com , mcnbiografias , unric , wikipedia

Posted in A comemorar também se aprende, Dia Internacional da Paz | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

“Histórias pela Paz Mundial”

Posted by Manuela DLRamos em Setembro 19, 2017

«No dia 21 de setembro, 5ª feira, celebra-se o Dia Internacional da Paz, cujo tema este ano é “Juntos pela Paz: Respeito, Segurança e Dignidade para Todos“.

Para celebrar este dia, o movimento de contadores de histórias pela Paz Mundial– ao qual a Biblioteca se associou- está a unir narradores, livreiros, editoras, bibliotecários, professores, educadores e famílias em todo o mundo para que neste dia se contem histórias sobre PAZ e TOLERÂNCIA.
Cada pessoa ou entidade organiza na sua sala de aula, biblioteca, livraria ou em casa, uma dinâmica de leitura com estes temas. »«

Fonte: Plano Nacional de Leitura

Escolha(m) de entre as sugestões de livros expostos na Biblioteca e conte(m) ou leia(m) uma história pela PAZ.

Posted in A comemorar também se aprende, Dia Internacional da Paz, Dia Internacional/Mundial | Com as etiquetas : , | Leave a Comment »

“O nome da Europa, uma lenda grega”

Posted by bibliobeiriz em Maio 9, 2017

A propósito do Dia da Europa – que se comemora hoje-  sugerimos a leitura desta lenda reproduzida do livro digital A Europa dá as mãos da autoria de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada (já aqui divulgado anteriormente).  Carrega na imagem para acederes ao livro e continuares a ler a lenda.

   Outro livro digital sobre o mesmo assunto : Países sem fronteiras_ A União Europeia


       >>>>>>>>>>> Jogos sobre a União Europeia<<<<<<<<<<

Posted in Ana Maria Magalhães, Dia da Europa, Europa, Isabel Alçada | Com as etiquetas : , , , , | Leave a Comment »